apascentardedeus@gmail.com

(31) 99726-6129 – ZAP

CONFESSIONAL

Uma Igreja Confessional

A Igreja de Cristo sempre foi uma igreja confessante e esta afirmação não é nova para os crentes. Desde o período bíblico os crentes foram incentivados a confessarem a sua fé (Mt 10:32; Rm 10:9). Durante o período do nascimento da igreja cristã em Atos dos Apóstolos esta necessidade se acentuou cada vez mais devido às perseguições incessantes que sofreram e mais ainda durante todas as épocas subsequentes os crentes foram chamados a expressar a sua fé de uma forma confessional.

Neste momento de fortes tendências culturais anti e pseudocristãs, pluralismo religioso e de crenças confusas, além dos modismos teológicos, entendemos que ter uma confissão de fé escrita e visível se faz necessária. Uma confissão de fé escrita auxilia a igreja permanecer firme e orientada pela Palavra de Deus, apresentando com clareza um resumo do que se crê e como se crê e porque se crê.

Diante disso, afirmamos que a Igreja Apascentar de Deus Reformada subscreve a Confissão de Fé Batista de 1689 por entender que uma confissão de fé escrita e visível é de grande auxílio na compreensão e interpretação de temas e doutrinas centrais da Bíblia. Cabe esclarecer, contudo, que temos claramente a firme convicção que uma confissão de fé, seja ela qual for, não substitui as Escrituras Sagradas, em aspecto algum, todavia, ela deve ser lida e estudada como um excelente auxílio para a correta compreensão das Escrituras pela igreja. Acreditamos que o credo ou uma confissão de fé deve ser a expressão, biblicamente aprovada e comprovada, escrita, visível e exterior daquilo que a igreja crê e professa interiormente.

Um dos principais objetivos e papel da Confissão de fé Batista de 1689 em nossa igreja é auxiliar e proteger a Igreja do que é mais precioso: a Bíblia Sagrada e seus ensinamentos, pois é isso que a confissão declara enfaticamente no Capítulo 1 – parágrafo primero: “A Sagrada Escritura é a única, suficiente, correta e infalível regra de todo conhecimento, fé e obediência salvíficos”.

Por essa razão, a igreja, tanto coletivamente como cada membro individualmente, é incentivada a se comprometer a sustentar, estudar diligentemente e promover os ensinos e a doutrina Batista conforme declarada no documento denominado Confissão de Fé Batista de 1689.